fbpx

Zuigan gritava para si mesmo todos os dias: “Mestre.”
Ele depois respondia a sim mesmo: “Sim, senhor.”
E então acrescentava: “Torne-se sóbrio.”
Novamente respondia: “Sim, senhor.”
“E depois disso”, continuou, “não seja enganado pelos demais.”
“Sim, senhor; sim, senhor”, ele respondeu.

Alguns estudantes do Zen não percebem
O verdadeiro homem numa máscara
Porque reconhecem a alma-do-ego.
A alma-do-ego é a semente do nascimento e da morte,
E as pessoas tolas a consideram o verdadeiro homem.

dezembro 11, 2008

Zuigan chama seu próprio Mestre

Zuigan gritava para si mesmo todos os dias: “Mestre.” Ele depois respondia a sim mesmo: “Sim, senhor.” E então acrescentava: “Torne-se sóbrio.” Novamente respondia: “Sim, senhor.” […]
dezembro 10, 2008

Joshu examina um monge em meditação

Joshu foi a um lugar para onde um monge havia se retirado para meditar e perguntou-lhe: “O que é, é o quê?” O monge levantou seu […]
novembro 27, 2008

Seizei sozinho e pobre

Um monge chamado Seizei perguntou a Sozan: “Seizei está sozinho e pobre. Você pode dar-lhe apoio?” Sozan perguntou: “Seizei?” Seizei respondeu: “Sim, senhor.” Sozan disse: “Você […]
outubro 30, 2008

Um Buda antes da história

Um monge perguntou a Seijo: “Eu soube que um Buda que viveu antes da história registrada sentou-se em meditação por dez ciclos de existência e não […]
outubro 24, 2008

Anexo

O rei, sabendo que um grande mestre Zen estava às portas de seu palácio, foi até ele para solucionar uma velha questão. “Mestre, onde está o […]
outubro 16, 2008

A roda de Keichu

Getsuan disse aos seus estudantes: “Keichu, o primeiro fabricante de rodas da China, fez duas rodas com cinqüenta raios cada uma. Ora, suponhamos que vocês retirem […]
outubro 9, 2008

Joshu lava a tigela

Um monge disse a Joshu: “Acabei de ingressar no mosteiro. Por favor me ensine.” Joshu perguntou: “Você comeu o seu mingau de arroz?” O monge respondeu: […]
outubro 2, 2008

O Buda gira uma flor

Quando o Buda estava na montanha de Grdhrakuta, girou uma flor em seus dedos e a segurou diante de seus ouvintes. Todos estavam em silêncio. Apenas […]
setembro 25, 2008

Kyogen sobe na árvore

Kyogen disse: “O Zen é como um homem pendurado em uma árvore pelos dentes sobre um precipício. Suas mãos não estão agarrando nenhum galho, os seus […]
setembro 18, 2008

Um estrangeiro sem barba

Wakuan reclamou quando viu um desenho de Bodhidharma com barba: “Por que ele não tem barba?” Não se deve discutir um sonho Na frente de um […]
setembro 11, 2008

A história do fogo

Havia uma vez, um homem que estava contemplando as diversas formas com que a natureza opera e que descobriu, em conseqüência de sua concentração e aplicação, […]
setembro 4, 2008

O dedo de Gutei

Gutei levantava o seu dedo sempre que lhe faziam uma pergunta sobre o Zen. Um menino assistente começou a imitá-lo nesse gesto. Quando alguém lhe perguntava […]
agosto 28, 2008

A raposa de Hyakujo

Certa vez, quando Hyakujo deu algumas conferências sobre o Zen, um homem idoso compareceu a elas, sem que os monges o vissem. No final da palestra, […]
agosto 21, 2008

O cachorro de Joshu

Um monge perguntou a Joshu, um mestre Zen chinês: “Um cachorro possui ou não a natureza de Buda?” Joshu respondeu: “Mu”. [Mu é o símbolo negativo […]
agosto 7, 2008

Solucionando o Koan

Um discípulo que enfrentava dificuldades com o Koan que seu mestre lhe dera, procurou-o perguntando como fazer. O mestre respondeu: “pense com a barriga”
agosto 7, 2008

O Portal sem Portões – Introdução

O Zen não possui portões. O propósito das palavras do Buda é iluminar os demais. Portanto, o Zen deveria ser sem portões. Ora, como se atravessa […]
julho 24, 2008

Koan e a Saúde

Koan significa literalmente documento público (ko – documento; an – público/lei). Tem sido utilizado para designar uma anedota ou uma afirmação ou indagação feita por um […]

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Zuigan gritava para si mesmo todos os dias: “Mestre.”
Ele depois respondia a sim mesmo: “Sim, senhor.”
E então acrescentava: “Torne-se sóbrio.”
Novamente respondia: “Sim, senhor.”
“E depois disso”, continuou, “não seja enganado pelos demais.”
“Sim, senhor; sim, senhor”, ele respondeu.

Alguns estudantes do Zen não percebem
O verdadeiro homem numa máscara
Porque reconhecem a alma-do-ego.
A alma-do-ego é a semente do nascimento e da morte,
E as pessoas tolas a consideram o verdadeiro homem.