fbpx

O monge chegou a tal estado de devota mendicância que desejou não mais ter voz. Quando necessitasse dela a mendigaria ao primeiro passante. E assim permaneceu por quase duas semanas. Para tudo, usava as mãos e os gestos.
Houve, contudo, o dia em que o monge-mendigo precisou da fala para recitar um antigo mantra búdico, e que só podia ser rezado de viva voz. Não hesitou e acercando-se de um velhinho que passava pela rua, com a mão na garganta fez entender que precisava falar.
– Falar?… – titubeou o ancião, a voz fraquíssima.
– Sim, falar, meu mestre … – pediu o destituído monge-mendigo – a voz própria, forte e tonitruante.
Sem nada entender, o ancião encerrou a conversa:
– Mas pra quê, meu filho, se tens voz de sobra?
– Eu não tenho voz, mestre. Eu só tenho é um som forte e arrogante que me sai do fundo da garganta.
– Acredito… – assentiu, confuso.

dezembro 26, 2009

O mendigo e a voz

O monge chegou a tal estado de devota mendicância que desejou não mais ter voz. Quando necessitasse dela a mendigaria ao primeiro passante. E assim permaneceu […]
dezembro 17, 2009

A gargalhada zen

Uma bela noite, um mestre foi passear pelas montanhas. Era uma linda noite de verão, e quando o sábio estava na beira de uma escarpa, as […]
dezembro 11, 2009

Samba do Carioca – Por: Carlos Lyra

Vamos carioca, sai do teu sono devagar O dia já vem vindo e o sol já vai raiar São Jorge teu padrinho, te dê cana pra […]
dezembro 3, 2009

A sede

Um iluminado hindu se encontrava em “estado de orgasmo” ininterruptamente há mais de duas semanas, num mosteiro zen. Um jovem monge recém-admitido entre os andarilhos-pedintes -uma […]
novembro 26, 2009

Levem as pedras

Era uma montanha a ser escalada, subida dura e difícil… Eles sabiam, todavia, que alcançar o cume seria a consagração para suas vidas. Já na saída, […]
novembro 19, 2009

A soma de Amban

Amban, um estudante leigo do Zen, disse: “Mumon acabou de publicar quarenta e oito koans e chamou o livro de O Portal sem Portões. Ele critica […]
novembro 12, 2009

A estrada única do Mestre

Um aluno Zen perguntou ao mestre: “Todos os Budas das dez partes do universo entram na estrada única do Nirvana. Onde esta estrada começa?” O mestre, […]
outubro 29, 2009

Os três portões do mestre

O Mestre construiu três barreiras e fez com que os monges passassem por elas. A primeira barreira é estudar o Zen. A finalidade de estudar o […]
outubro 8, 2009

Prossiga de cima do poste

O Mestre perguntou: “Como você pode prosseguir de cima de um poste de trinta metros?” Um outro instrutor Zen disse: “Alguém que se senta em cima […]
outubro 1, 2009

Quem é Ele?

O Mestre disse: “Os Budas passados e futuros, ambos são seus servos. Quem é ele?” Não lute com o arco e a flecha de outro. Não […]
setembro 24, 2009

O cajado do Mestre

O Mestre disse ao seu discípulo: “Quando você tiver um cajado, eu o darei a você. Se você não tiver cajado, eu o tomarei de você.” […]
setembro 17, 2009

O cajado curto do Mestre

O Mestre ergueu seu cajado curto e disse: “Se vocês chamarem isto de um cajado curto, se opõem à sua realidade. Se não o chamarem de […]
setembro 10, 2009

A menina sai da meditação

Na época do Buda Shakyamuni, um mestre foi até a assembléia dos Budas. Quando lá chegou, a conferência havia terminado e cada Buda tinha retornado à […]
setembro 3, 2009

O Mestre pacifica a mente

O mestre senta-se de frente para a parede. O seu futuro sucessor está de pé, na neve, e apresenta o seu braço cortado para o mestre. […]
agosto 27, 2009

Derrubando o vaso de água

O mestre desejava enviar um monge para abrir um novo mosteiro. Ele disse a seus alunos que quem quer que respondesse uma pergunta da maneira mais […]
agosto 20, 2009

O desvio do Mestre

Um estudante de Zen disse ao Mestre: “O brilho do Buda ilumina todo o universo.” Antes que ele tivesse terminado a frase, o Mestre perguntou: “Você […]
agosto 13, 2009

Um carvalho no jardim

Um monge perguntou ao Mestre porque Bodhidharma veio para a China. O mestre disse: “Um carvalho no jardim.” As palavras não podem descrever tudo. O coração […]
agosto 6, 2009

O boi

O cozinheiro do príncipe Wen Hui Estava esquartejando um boi. Lá se foi a mão, Caiu um ombro, Cravou um pé, Pressionou com o joelho, O […]
julho 30, 2009

Um búfalo passa pelo cercado

O Mestre disse: “Quando um búfalo sai do seu cercado para a beira do abismo, seus chifres, sua cabeça e suas patas todas passam, mas por […]
julho 23, 2009

Encontrando um Mestre Zen na estrada

O Mestre disse: “Quando você encontra um mestre Zen na estrada você não pode falar com ele, você não pode encará-lo com o silêncio. O que […]
julho 16, 2009

Duas almas

“Uma garota chinesa”, comentou o Mestre, “tinha duas almas, uma que sempre estava doente em casa e a outra na cidade, uma mulher casada com dois […]
julho 2, 2009

Aprender não é a senda

O Mestre disse: “A mente não é Buda. Aprender não é a senda.” Quando o céu está claro o sol aparece, Quando a terra está seca […]
junho 18, 2009

Esta mente não é buda

Um monge perguntou ao Mestre: “O que é Buda?” O Mestre disse: “Esta mente não é Buda.” Se você encontrar um mestre de esgrima na estrada, […]
junho 4, 2009

Um filósofo pergunta ao Buda

Um filósofo perguntou ao Buda: “Sem palavras, sem ausência de palavras, você me dirá a verdade?” O Buda permaneceu em silêncio. O filósofo curvou-se e agradeceu […]
maio 28, 2009

O Mestre investiga

Um monge viajante perguntou a uma velha mulher sobre a estrada para Taizan, um templo popular que, acreditava-se, dava sabedoria à pessoa que lá adorava. A […]
maio 21, 2009

Esta mente é o Buda

O discípulo perguntou ao Mestre: “O que é Buda?” O Mestre disse: “Esta mente é Buda.” Debaixo do céu azul, na brilhante luz do sol, Não […]
maio 14, 2009

Não é o vento, não é a bandeira

Dois monges estavam discutindo sobre uma bandeira. Um deles disse: “A bandeira está se mexendo.” O outro disse: “O vento está se mexendo.” O sexto patriarca […]
abril 30, 2009

Apague a vela

O discípulo estava estudando Zen sob a orientação de seu mestre. Numa certa noite ele foi até seu mestre e fez muitas perguntas. O instrutor disse: […]
abril 23, 2009

Não é a mente, não é o buda, não são as coisas

Um monge perguntou a Nansen: “Existe um ensinamento que nenhum mestre jamais pregou?” Nansen disse: “Sim, existe.” “Qual é?”, perguntou o monge. Nansen respondeu: “Não é […]
abril 16, 2009

Dois Monges enrolam a tela

Hogen, do mosteiro de Seiryo, estava prestes a dar uma palestra antes do jantar quando notou que a tela de bambu, que havia sido baixada para […]
abril 9, 2009

Pregando desde o terceiro assento

Num sonho, Kyozan foi até a Terra Pura de Maitreya. Ele reconheceu a si mesmo sentado no terceiro assento na casa de Maitreya. Alguém anunciou: “Hoje, […]
abril 2, 2009

Sem palavras, sem silêncio

Um monge perguntou a Fuketsu: “Sem falar, sem silêncio, como você pode expressar a verdade?” Fuketsu comentou: “Eu sempre me lembro da primavera no sul da […]
março 26, 2009

Não pense no Bem, não pense no Não-Bem

Quando atingiu a libertação, o sexto patriarca recebeu do quinto patriarca a tigela e a veste dadas pelo Buda aos seus sucessores, geração após geração. Um […]
março 19, 2009

O sinal de pregação de Kashapa

Ananda perguntou a Kashapa: “O Buda lhe deu a vestimenta dourada da sucessão. O que mais ele lhe deu?” Kashapa disse: “Ananda.” Ananda respondeu: “Sim, irmão.” […]
março 12, 2009

Esterco seco

Um monge perguntou a Ummon: “O que é Buda?” Ummon respondeu a ele: “Esterco seco.” O relâmpago acontece, Centelhas se irradiam. Num piscar de seus olhos […]
março 6, 2009

O homem iluminado

Shogen perguntou: “Por que o homem iluminado não fica de pé e explica a si mesmo?” Ele também disse: “Não é necessário que a fala venha […]
fevereiro 26, 2009

A vida diária é o caminho

Joshu perguntou a Nansen: “Qual é o caminho?” Nansen disse: “A vida diária é o caminho.” Joshu perguntou: “Ele pode ser estudado?” Nansen disse: “Se você […]
fevereiro 19, 2009

Os três quilos de Tozan

Um monge perguntou a Tozan enquanto ele pesava um pouco de linho: “O que é Buda?” Tozan disse: “Este linho pesa três quilos.” Três quilos de […]
fevereiro 12, 2009

Os três chamados do instrutor do imperador

Chu, chamado de Kokushi, o instrutor do imperador, chamou seu assistente: “Oshin.” Oshin respondeu: “Sim.” Chu repetiu, para testar seu aluno: “Oshin.” Oshin repetiu: “Sim.” Chu […]
fevereiro 6, 2009

Sinos e vestes

Discípulo perguntou: “O mundo é tão amplo; por que vocês respondem a um sino e usam vestes cerimoniais?” Quando você compreende, você pertence à família; Quando […]
janeiro 30, 2009

As três pancadas de Tozan

Tozan foi visitar Ummon. Ummon perguntou-lhe de onde ele tinha vindo. Tozan disse: “Da vila Sato.” Ummon perguntou: “Em que templo você ficou durante o verão?” […]
janeiro 23, 2009

Nansen corta o gato em duas partes

Nansen viu os monges dos salões leste e oeste lutarem a respeito de um gato. Ele agarrou o gato e disse aos monges: “Se qualquer um […]
janeiro 15, 2009

Tokusan segura sua tigela

Tokusan foi do salão de meditação à sala de jantar segurando sua tigela. Seppo estava de serviço, cozinhando. Quando encontrou Tokusan, ele disse: “O tambor do […]

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

O monge chegou a tal estado de devota mendicância que desejou não mais ter voz. Quando necessitasse dela a mendigaria ao primeiro passante. E assim permaneceu por quase duas semanas. Para tudo, usava as mãos e os gestos.
Houve, contudo, o dia em que o monge-mendigo precisou da fala para recitar um antigo mantra búdico, e que só podia ser rezado de viva voz. Não hesitou e acercando-se de um velhinho que passava pela rua, com a mão na garganta fez entender que precisava falar.
– Falar?… – titubeou o ancião, a voz fraquíssima.
– Sim, falar, meu mestre … – pediu o destituído monge-mendigo – a voz própria, forte e tonitruante.
Sem nada entender, o ancião encerrou a conversa:
– Mas pra quê, meu filho, se tens voz de sobra?
– Eu não tenho voz, mestre. Eu só tenho é um som forte e arrogante que me sai do fundo da garganta.
– Acredito… – assentiu, confuso.