fbpx

Uma raposa faminta estava dormitando a beira da estrada,
tentando esquecer a tremenda fome que sentia.
Um búfalo passou a acordou-a. Olhando para cima
sonolenta, viu apenas os enormes testículos do animal,
confundindo-os com duas frutas maduras.
Como que hipnotizada foi acompanhando
o seu imaginário futuro manjar,
de boca aberta, esperando a queda.
O búfalo entrou num pantanal e a raposa
quase morreu atolada.
Em terra firme, sacudindo o lodo de seu corpo, filosofou:
-Nem tudo que balança cai…

agosto 25, 2011

O Mestre fala sobre o caminho

Uma raposa faminta estava dormitando a beira da estrada, tentando esquecer a tremenda fome que sentia. Um búfalo passou a acordou-a. Olhando para cima sonolenta, viu […]
agosto 18, 2011

O Mestre e a lei da atração

Um avestruz perdeu-se no bosque. De repente, viu-se diante de um enorme leão faminto. Cheio de medo procurou enfiar a cabeça no chão, mas ele era […]
agosto 11, 2011

Mestre fala sobre o amor

O Discípulo estava sentado à margem do lago quando um sapo, horrivelmente feio,pulou no seu colo e foi logo dizendo: “Beije-me que me transformarei numa linda […]
agosto 4, 2011

O Mestre fala sobre as máscaras

Quando Chen foi aceito como único discípulo do Mestre, resolveu impressioná-lo: fez um voto de silêncio. Trazia consigo um bloco de papel e um lápis. Ali […]

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Uma raposa faminta estava dormitando a beira da estrada,
tentando esquecer a tremenda fome que sentia.
Um búfalo passou a acordou-a. Olhando para cima
sonolenta, viu apenas os enormes testículos do animal,
confundindo-os com duas frutas maduras.
Como que hipnotizada foi acompanhando
o seu imaginário futuro manjar,
de boca aberta, esperando a queda.
O búfalo entrou num pantanal e a raposa
quase morreu atolada.
Em terra firme, sacudindo o lodo de seu corpo, filosofou:
-Nem tudo que balança cai…