Um homem cujo machado desaparecera suspeitou que o filho do vizinho o houvesse roubado. O rapaz andava feito ladrão, tinha cara de ladrão e falava como um ladrão. Pouco depois, contudo, enquanto arava um campo, o homem achou o seu machado. Ao encontrar mais tarde o filho do vizinho, o rapaz andava, parecia e falava como qualquer outra criança.

dezembro 12, 2013

Aparência

Um homem cujo machado desaparecera suspeitou que o filho do vizinho o houvesse roubado. O rapaz andava feito ladrão, tinha cara de ladrão e falava como […]
dezembro 5, 2013

Meu Lugar

Rumi, o grande poeta, teve um Mestre extraordinário chamado Shams. Desde criança, Shams parecia diferente. Seus próprios pais não sabiam se o mandavam para um mosteiro […]

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Um homem cujo machado desaparecera suspeitou que o filho do vizinho o houvesse roubado. O rapaz andava feito ladrão, tinha cara de ladrão e falava como um ladrão. Pouco depois, contudo, enquanto arava um campo, o homem achou o seu machado. Ao encontrar mais tarde o filho do vizinho, o rapaz andava, parecia e falava como qualquer outra criança.