fbpx

“Nosso Mestre costumava tirar uma soneca todas as tardes”, contou um discípulo. “Nós, crianças, perguntamos a ele por que ele o fazia, e ele nos disse: “Eu vou para o mundo dos sonhos encontrar os antigos sábios, assim como Confúsio fazia.” Quando Confúcio dormia, ele sonhava com os antigos sábios e mais tarde falava a seus seguidores sobre eles.

“Estava extremamente quente num certo dia e, por isso, alguns de nós tiraram uma soneca. Nosso Mestre nos repreendeu. “Fomos ao mundo dos sonhos encontrar os antigos sábios, da mesma forma que Confúcio fazia”, nós explicamos. “Qual foi a mensagem daqueles sábios?” insistiu nosso Mestre. Um de nós respondeu: “Fomos ao mundo dos sonhos e encontramos sábios, e lhes perguntamos se nosso Mestre ia lá todas as tardes, mas eles nos disseram que nunca tinham visto essa pessoa.”

dezembro 11, 2014

No mundo dos sonhos

“Nosso Mestre costumava tirar uma soneca todas as tardes”, contou um discípulo. “Nós, crianças, perguntamos a ele por que ele o fazia, e ele nos disse: […]
dezembro 4, 2014

Proporção Precisa

Um Mestre, de chá, queria pendurar uma cesta de flores numa coluna. Ele pediu a um carpinteiro que lhe ajudasse, instruindo o homem a colocá-la um […]
novembro 27, 2014

A Coisa Mais Valiosa do Mundo

Um Mestre Zen chinês, foi questionado por um estudante: “Qual é a coisa mais valiosa do mundo?” O Mestre respondeu: “A cabeça de um gato morto.” […]
novembro 19, 2014

Tudo é o Melhor

Quando o Mestre estava caminhando através de um mercado, ouviu a conversa entre um açougueiro e seu cliente. “Dê-me o melhor pedaço de carne que você […]
novembro 13, 2014

Apenas Vá Dormir

O Discípulo estava sentado ao lado da cama do Mestre três dias antes de seu instrutor morrer. Mestre já o havia escolhido como seu sucessor. Pouco […]
novembro 6, 2014

Despedida

Finalmente o Discípulo ia deixar o seu Mestre. Viveu com ele, muitos anos seguidos. A porta do quarto estava totalmente aberta. O Discípulo entrou cuidadosamente desta […]
outubro 30, 2014

Gula

Gula não é pecado Mas sim Ter a boca Menor que o bocado
outubro 23, 2014

Mestre fala sobre atingir o objetivo

Discípulo decidiu aprender a arte cavalheiresca do arqueiro Zen, sempre que podia treinava. Levava consigo uma placa de madeira, onde havia pintado um pequeno disco preto, […]
outubro 16, 2014

Vida

A folha caindo agora é borboleta voando até a flor onde se transforma numa pétala…
outubro 9, 2014

Mestre Fala Sobre a Espontaneidade

Um Yogi foi visitar o Mestre. Quando este abriu a porta, o Yogi deu-lhe uma bofetada. Mestre revidou com tremendo soco no nariz. Yogi foi embora […]
outubro 2, 2014

O Mestre Fala Sobre o Poder

Um vendedor bem-falante estava tentando negociar com o discípulo um saca-rolha de um tipo especial. Sua originalidade era que retirava a rolha depois que ela havia […]
setembro 18, 2014

Teste de Fogo

O Mestre tinha centenas de alunos e vivia no outro lado do lago. Um dia ele cruzou o lago com todos os seus alunos e foi […]
setembro 4, 2014

Mestre e o Silêncio

Ao entardecer, sentados à beira do lago, o Discípulo perguntou: – Mestre, o que é o Silêncio?
agosto 28, 2014

Mestre e a Verdade

Mestre e seu discípulo estavam no bosque, quando o pássaro Fênix desceu em chamas e pousou perto deles. Em poucos instantes, reduziu-se a cinzas. Rapidamente o […]
agosto 21, 2014

Degraus

O absurdo e a galhofa Também são degraus Até a Suprema Verdade.
agosto 14, 2014

Koan dos Grilos

O Discípulo procurou o Mestre e pediu-lhe um Koan. Sem dizer uma palavra, o Mestre entregou-lhe uma garrafa de vidro, com dois grilos dentro. Mais tarde […]
agosto 7, 2014

Fantasia e Realidade

Um cordeirinho estava bebendo água num córrego, quando um enorme lobo acercou-se e começou a beber também. – Você está poluindo a água com sua baba […]
julho 31, 2014

Mente

Um filhote de dragão, com apenas poucos séculos de idade, perguntou a seu pai, um dragão com alguns milhares de anos: – O que é um […]
julho 24, 2014

Mestre Ensina a Voar Mais Alto

Mestre estava sonhando que era uma borboleta azul com manchas amarelas, quando acordou no meio da noite e saiu voando pela janela aberta. De manha cedinho, […]
julho 17, 2014

Mestre e a Lei da Atração

Um avestruz perdeu-se no bosque. De repente, viu-se diante de um enorme leão faminto. Cheio de medo procurou enfiar a cabeça no chão, mas ele era […]
julho 3, 2014

O Lago

Numa noite de lua cheia, o discípulo estava olhando extasiado para o reflexo da Lua e das estrelas no lago. A brisa fresca da noite arrepiava […]
junho 26, 2014

Voar

O discípulo estava tentando ensinar a borboleta a voar. O Mestre acercou-se, ficou olhando as tentativas fracassadas. Finalmente, o Mestre deu uma gostosa gargalhada e disse: […]
maio 29, 2014

Sobre o Conhecimento

Um dia o Discípulo encontrou o Mestre amarrando uma minhoca viva na ponta de uma linha de pesca, à beira do lago. – Neste lago não […]
maio 22, 2014

Sobre a Iluminação

O sapo ficou muito impressionado com a reencarnação. Ouvindo sucessivos sermões do Mestre concluiu que, um dia, ele nasceria como crocodilo, mais tarde uma vaca. No […]
maio 15, 2014

Mestre Fala Sobre o Caminho

Uma raposa faminta estava dormitando a beira da estrada, tentando esquecer a tremenda fome que sentia. Um búfalo passou e acordou-a. Olhando para cima sonolenta, viu […]
maio 8, 2014

As Máscaras

Quando Chen foi aceito como único discípulo do Mestre, resolveu impressioná-lo: fez um voto de silêncio. Trazia consigo um bloco de papel e um lápis. Ali […]
abril 17, 2014

Mestre Fala Sobre a Consciência

Certa noite fria o discípulo visitou o Mestre. Ao entrar na sala, orgulhoso e desafiadoramente, mostrou um límpido espelho de cristal, emoldurado em madeira de sândalo […]
abril 10, 2014

Mestre Fala Sobre o Amor

O discípulo estava sentado à margem de um lago quando um sapo, horrivelmente feio, pulou no seu colo e foi logo dizendo: “Beije-me que me transformarei […]
abril 3, 2014

Amor e Consciência

O Discípulo pergunta ao Mestre: – Mestre qual é o caminho, o da Consciência ou o do Amor? O Mestre responde: “Se a consciência carece de […]
março 27, 2014

Reclamação

Conta-se que havia certo mosteiro Zen que tinham regras muito rígidas. Os monges seguiam um estrito voto de silêncio e havia uma pequena exceção a esta […]
março 20, 2014

Dois Vasos

Um monge levou a seu Mestre dois vasos de plantas. “Deixe-o cair”, ordenou o Mestre. O monge soltou um vaso. “Deixe-o cair”, ordenou novamente o Mestre. […]
março 13, 2014

Desejo

Um amante suplicou durante vários meses os favores de sua amada, sem sucesso. Veio assim a sofrer as dores atrozes da rejeição. Finalmente, no entanto, sua […]
março 6, 2014

Tédio

No caminho, encontrei um mendigo e me aproximei para lhe dar algum dinheiro. Ele, no entanto, tomou minha moeda e, com um olhar de desprezo, jogou-a […]
fevereiro 27, 2014

Tristeza e Alegria

Quando lhe perguntaram qual era o caminho certo, o da tristeza ou o da alegria o mestre respondeu: – Há dois tipos de tristeza e dois […]
fevereiro 13, 2014

O Treinador

O antigo treinador de cavalos falecera e o rei precisou contratar um novo. Lamentavelmente, porém, esse homem mancava ao caminhar. Novos cavalos, todos animais magníficos, estupendos, […]
fevereiro 6, 2014

Modos

Durante a refeição, numa congregação íntima e santa, os monges sentados à mesa do Mestre conversavam em voz baixa, os gestos comedidos, para não perturbar o […]
janeiro 16, 2014

O Grande Vazio que Tudo Contém

Como fui ordenado monge gostaria de fazer uma pergunta ao Mestre? – Perfeito – respondeu o Mestre -“O que é um monge?” -“Você quer dizer de […]

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

“Nosso Mestre costumava tirar uma soneca todas as tardes”, contou um discípulo. “Nós, crianças, perguntamos a ele por que ele o fazia, e ele nos disse: “Eu vou para o mundo dos sonhos encontrar os antigos sábios, assim como Confúsio fazia.” Quando Confúcio dormia, ele sonhava com os antigos sábios e mais tarde falava a seus seguidores sobre eles.

“Estava extremamente quente num certo dia e, por isso, alguns de nós tiraram uma soneca. Nosso Mestre nos repreendeu. “Fomos ao mundo dos sonhos encontrar os antigos sábios, da mesma forma que Confúcio fazia”, nós explicamos. “Qual foi a mensagem daqueles sábios?” insistiu nosso Mestre. Um de nós respondeu: “Fomos ao mundo dos sonhos e encontramos sábios, e lhes perguntamos se nosso Mestre ia lá todas as tardes, mas eles nos disseram que nunca tinham visto essa pessoa.”