A Fuga

Muitos discípulos estudavam meditação com o Mestre.
Um deles costumava se levantar a noite, escalar o muro do templo e fugir para a aldeia para ir ao prostíbulo.
Uma noite quando o Mestre foi inspecionar os dormitórios, notou a falta do discípulo e descobriu também a escada que ele usava para escalar o muro. O mestre retirou a escada e se colocou no lugar dela. Quando o monge fujão voltou, sem perceber que a escada era o Mestre, botou os pés nos ombros do Mestre e pulou pra o chão. Ao se dar conta do que havia feito ficou petrificado.
“Está muito frio de madrugada, tome cuidado para não se resfriar”. Disse o Mestre com uma voz terna e calma.

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Muitos discípulos estudavam meditação com o Mestre.
Um deles costumava se levantar a noite, escalar o muro do templo e fugir para a aldeia para ir ao prostíbulo.
Uma noite quando o Mestre foi inspecionar os dormitórios, notou a falta do discípulo e descobriu também a escada que ele usava para escalar o muro. O mestre retirou a escada e se colocou no lugar dela. Quando o monge fujão voltou, sem perceber que a escada era o Mestre, botou os pés nos ombros do Mestre e pulou pra o chão. Ao se dar conta do que havia feito ficou petrificado.
“Está muito frio de madrugada, tome cuidado para não se resfriar”. Disse o Mestre com uma voz terna e calma.