fbpx

Acne – “Espinha”

acne

A acne é uma doença extremamente comum, pois afeta quase 80% de adolescentes e adultos jovens entre 11 a 30 anos. Atualmente entende-se a acne como doença crônica e não apenas uma doença autolimitada da adolescência.

Dentre as características usadas para definir a cronicidade da acne, destacam-se: curso prolongado, padrâo de recorrência e remissão, manifestação de surtos agudos ou início insidioso e impacto psicossocial, afetando a qualidade de vida dos pacientes.

Recomenda-se o tratamento precoce para minimizar os danos psicológicos e físicos (cicatrizes, hiperpigmentação, entre outros).

Iniciamos o manejo da acne com “terapias combinadas” abordando o maior número possível de fatores desencadeantes.


Por: Dra. Amanda Camargo Leite – CRM 118761
Pós Graduada em Dermatologia

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

A acne é uma doença extremamente comum, pois afeta quase 80% de adolescentes e adultos jovens entre 11 a 30 anos. Atualmente entende-se a acne como doença crônica e não apenas uma doença autolimitada da adolescência.

Dentre as características usadas para definir a cronicidade da acne, destacam-se: curso prolongado, padrâo de recorrência e remissão, manifestação de surtos agudos ou início insidioso e impacto psicossocial, afetando a qualidade de vida dos pacientes.

Recomenda-se o tratamento precoce para minimizar os danos psicológicos e físicos (cicatrizes, hiperpigmentação, entre outros).

Iniciamos o manejo da acne com “terapias combinadas” abordando o maior número possível de fatores desencadeantes.


Por: Dra. Amanda Camargo Leite – CRM 118761
Pós Graduada em Dermatologia