fbpx

Aonde vais?

Os Mestres do Zen costumavam treinar seus garotos na arte do diálogo. Cada mosteiro tinha o seu pequeno protegido.

Todas as manhãs, um dos garotos costumava encontrar com outro, de outro mosteiro, pelo caminho.

– ‘’Aonde vais?’’, perguntou o primeiro.

– ‘’Aonde levam meus pés’’, respondeu o outro.

Esta resposta deixou perplexo o menino, que procurou seu mestre para pedir ajuda.

‘’Amanhã de manhã, faça a mesma pergunta, que ele te dará a mesma resposta. E, então, você pergunte: Faça de conta que não tens pés. Aonde vais? Isso o deixará sem resposta’’, disse o Mestre.

Na manhã seguinte, os garotos voltaram a se encontrar.

– ‘’Aonde vais?’’, perguntou o primeiro.

– ‘’Aonde sopra o vento’’, respondeu o outro.

O garoto ficou novamente desconcertado e correu ao Mestre para contar sua derrota.

– ‘’Pergunte: aonde vais se não há vento’’, sugeriu o Mestre.

No outro dia, os dois se encontraram novamente.

– ‘’Aonde vais?’’, perguntou o primeiro.

– ‘’Ao mercado comprar verduras’’, respondeu o outro.

COMO A CLÍNICA COMCIÊNCIA
PODE TE AJUDAR HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Acupuntura e Dermatologia | Jardins | Clínica Com Ciência

Os Mestres do Zen costumavam treinar seus garotos na arte do diálogo. Cada mosteiro tinha o seu pequeno protegido.

Todas as manhãs, um dos garotos costumava encontrar com outro, de outro mosteiro, pelo caminho.

– ‘’Aonde vais?’’, perguntou o primeiro.

– ‘’Aonde levam meus pés’’, respondeu o outro.

Esta resposta deixou perplexo o menino, que procurou seu mestre para pedir ajuda.

‘’Amanhã de manhã, faça a mesma pergunta, que ele te dará a mesma resposta. E, então, você pergunte: Faça de conta que não tens pés. Aonde vais? Isso o deixará sem resposta’’, disse o Mestre.

Na manhã seguinte, os garotos voltaram a se encontrar.

– ‘’Aonde vais?’’, perguntou o primeiro.

– ‘’Aonde sopra o vento’’, respondeu o outro.

O garoto ficou novamente desconcertado e correu ao Mestre para contar sua derrota.

– ‘’Pergunte: aonde vais se não há vento’’, sugeriu o Mestre.

No outro dia, os dois se encontraram novamente.

– ‘’Aonde vais?’’, perguntou o primeiro.

– ‘’Ao mercado comprar verduras’’, respondeu o outro.