fbpx

Bases Faciais

base

Existem quatro tipos básicos de formulações de bases faciais:

  • Base oleosa;
  • Base de água;
  • Base livre de óleo;
  • Base anidrótica


Base oleosa

Produtos a base de óleo são emulsão água em óleo, contendo pigmento suspenso em óleo ou álcool de lanolina. A água evapora da base depois da aplicação, deixando o pigmento em óleo na face. Isto cria uma sensação de de pele úmida, especialmente desejável em pacientes de pele seca. Estas bases são fáceis de aplicar, já que o pigmento pode ser espalhado por toda a face em 5 minutos antes da solidificação. Produtos a base de óleo não mantém a cor quando se misturam com o sebo (oleosidade própria da pele).


Base de água

Bases faciais a base de água são emulsões óleo em água contendo uma pequena quantidade de óleo, na qual o pigmento é emulsificado, e uma quantidade relativamente grande de água. Essas bases são apropriadas para pele minimamente seca a normal.


Base livre de óleo

Bases livres de óleo não contém óleo animal, mineral ou vegetal. Elas contém outras substâncias oleosas como a dimeticona ou a ciclometicona. Estas bases são normalmente indicadas para peles oleosas, já que proporcionam à pele um toque seco.


Bases anidróticas

São bases à prova de água. Possuem uma base em óleo e cera. Altas concentrações de pigmento podem ser acrescentados á formulação, criando uma base facial opaca. Estas bases estão bem indicadas para pessoas que necessitam de camuflagem.




As bases faciais devem ser aplicadas para criar uma aparência cosmética ideal e atingir o benefício secundário da proteção solar. Uma base facial em que não tenham sido adicionados ingredientes de filtros químicos, normalmente apresentam no mínimo FPS 4. As bases faciais que apresentam uma grande cobertura para camuflar defeitos de pigmentação normalmente apresentam FPS 8. A inclusão de agentes de filtro solar podem aumentar o FPS.

A aplicação cosmeticamente aceitável de bases faciais começa com a escolha da cor correta para a pele na linha da mandíbula e sua aplicação com a ponta dos dedos. A base deve ser aplicada de leve na testa, nariz, bochechas e queixo. Deve ser misturada como movimentos circulares até que seja espalhada em toda face, incluindo os lábios. Por fim, um puff ou uma esponja pode ser usada, pincelando para baixo a fim de remover qualquer traço e para aplainar os pêlos velos da face.

Cuidado especial deve ser dado ao espalhar a base na linha do cabelo, no tragus e abaixo do queixo. A base ainda deve ser espalhada em volta dos olhos e pode ser aplicada em toda a pálpebra superior se desejado. A base deve ser seguida pela fixação e secagem, momento até o qual não deve ser tocada. Se uma cobertura adicional for desejada, pode-se aplicar uma segunda camada de base.

O efeito adverso dermatológico mais comum relatado com o uso da base facial é o aparecimento de pequenas pápulas perifoliculares 48 horas após o uso. Essa condição pode representar uma dermatite de contato por irritante perifolicular, uma vez que as bases tendem a migrar para o óstio folicular quando se misturam com o suor e oleosidade da pele. Esta observação pode explicar porque as bases não comedogênicas e não acneicas podem causar erupção acneiforme em alguns indivíduos.

As bases faciais são uma infreqüente causa de problemas dermatológicos.


Por: Dra. Amanda Camargo Leite – CRM 118761
Pós Graduada em Dermatologia

 
 
Bologna J, Jorizzo J, Rapini RP. Dermatologia. 2nd ed. London: Mosby, 2011.

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Existem quatro tipos básicos de formulações de bases faciais:

  • Base oleosa;
  • Base de água;
  • Base livre de óleo;
  • Base anidrótica


Base oleosa

Produtos a base de óleo são emulsão água em óleo, contendo pigmento suspenso em óleo ou álcool de lanolina. A água evapora da base depois da aplicação, deixando o pigmento em óleo na face. Isto cria uma sensação de de pele úmida, especialmente desejável em pacientes de pele seca. Estas bases são fáceis de aplicar, já que o pigmento pode ser espalhado por toda a face em 5 minutos antes da solidificação. Produtos a base de óleo não mantém a cor quando se misturam com o sebo (oleosidade própria da pele).


Base de água

Bases faciais a base de água são emulsões óleo em água contendo uma pequena quantidade de óleo, na qual o pigmento é emulsificado, e uma quantidade relativamente grande de água. Essas bases são apropriadas para pele minimamente seca a normal.


Base livre de óleo

Bases livres de óleo não contém óleo animal, mineral ou vegetal. Elas contém outras substâncias oleosas como a dimeticona ou a ciclometicona. Estas bases são normalmente indicadas para peles oleosas, já que proporcionam à pele um toque seco.


Bases anidróticas

São bases à prova de água. Possuem uma base em óleo e cera. Altas concentrações de pigmento podem ser acrescentados á formulação, criando uma base facial opaca. Estas bases estão bem indicadas para pessoas que necessitam de camuflagem.




As bases faciais devem ser aplicadas para criar uma aparência cosmética ideal e atingir o benefício secundário da proteção solar. Uma base facial em que não tenham sido adicionados ingredientes de filtros químicos, normalmente apresentam no mínimo FPS 4. As bases faciais que apresentam uma grande cobertura para camuflar defeitos de pigmentação normalmente apresentam FPS 8. A inclusão de agentes de filtro solar podem aumentar o FPS.

A aplicação cosmeticamente aceitável de bases faciais começa com a escolha da cor correta para a pele na linha da mandíbula e sua aplicação com a ponta dos dedos. A base deve ser aplicada de leve na testa, nariz, bochechas e queixo. Deve ser misturada como movimentos circulares até que seja espalhada em toda face, incluindo os lábios. Por fim, um puff ou uma esponja pode ser usada, pincelando para baixo a fim de remover qualquer traço e para aplainar os pêlos velos da face.

Cuidado especial deve ser dado ao espalhar a base na linha do cabelo, no tragus e abaixo do queixo. A base ainda deve ser espalhada em volta dos olhos e pode ser aplicada em toda a pálpebra superior se desejado. A base deve ser seguida pela fixação e secagem, momento até o qual não deve ser tocada. Se uma cobertura adicional for desejada, pode-se aplicar uma segunda camada de base.

O efeito adverso dermatológico mais comum relatado com o uso da base facial é o aparecimento de pequenas pápulas perifoliculares 48 horas após o uso. Essa condição pode representar uma dermatite de contato por irritante perifolicular, uma vez que as bases tendem a migrar para o óstio folicular quando se misturam com o suor e oleosidade da pele. Esta observação pode explicar porque as bases não comedogênicas e não acneicas podem causar erupção acneiforme em alguns indivíduos.

As bases faciais são uma infreqüente causa de problemas dermatológicos.


Por: Dra. Amanda Camargo Leite – CRM 118761
Pós Graduada em Dermatologia

 
 
Bologna J, Jorizzo J, Rapini RP. Dermatologia. 2nd ed. London: Mosby, 2011.