A acne é uma doença extremamente comum, pois afeta quase 80% de adolescentes e adultos jovens entre 11 a 30 anos. Atualmente entende-se a acne como doença crônica e não apenas uma doença autolimitada da adolescência.

Dentre as características usadas para definir a cronicidade da acne, destacam-se: curso prolongado, padrâo de recorrência e remissão, manifestação de surtos agudos ou início insidioso e impacto psicossocial, afetando a qualidade de vida dos pacientes.

Recomenda-se o tratamento precoce para minimizar os danos psicológicos e físicos (cicatrizes, hiperpigmentação, entre outros).

Iniciamos o manejo da acne com “terapias combinadas” abordando o maior número possível de fatores desencadeantes.


Por: Dra. Amanda Camargo Leite – CRM 118761
Pós Graduada em Dermatologia

março 11, 2012
acne

Acne – “Espinha”

A acne é uma doença extremamente comum, pois afeta quase 80% de adolescentes e adultos jovens entre 11 a 30 anos. Atualmente entende-se a acne como […]
maio 24, 2011
celulite

Celulite

O termo celulite tem sido utilizado para descrever a aparência ondulada e irregular da pele, com aspecto de casca de laranja, encontrada tipicamente nas mulheres, preferencialmente […]
maio 22, 2011
dermatite-fralda

Dermatite da área da fralda

A dermatite da área da fralda é provavelmente a afecção cutânea mais freqüente na primeira infância, constituindo fonte significativa de desconforto para a criança. O uso […]
maio 22, 2011
cabelo-neonatal

Perda de Cabelo Neonatal

Durante os primeiros 3 a 6 meses de vida há uma perda fisiológica de todo o cabelo do neonato. Em alguns o crescimento de novos fios […]
maio 15, 2011
acne-mulher-adulta

Acne da Mulher Adulta

A acne da mulher adulta (AMA) é conceituada como o quadro acneico presente a partir dos 25 anos. A AMA é queixa frequente no consultório e […]
maio 13, 2011
unhas-frageis

Síndrome das Unhas Frágeis

A síndrome das unhas frágeis é queixa comum, caracterizada por aumento da fragilidade das lâminas ungueais. Afeta quase 20% da população geral, sendo mais comum em […]
maio 11, 2011
melasma

Melasma

O melasma é um distúrbio adquirido da pigmentação caracterizado por hipercromia da pele em áreas fotoexpostas, principalmente face. No Brasil constitui a terceira causa de consultas […]
maio 9, 2011
olheiras

Olheira

A hiperpigmentação periorbicular constitucional, vulgarmente conhecida como “olheira” pode ocasionar importante impacto na qualidade de vida dos pacientes. As causas da afecção não estão muito bem […]
maio 7, 2011
hanseniase

Hanseníase

Por: Dra. Amanda Camargo Leite – CRM 118761 Pós Graduada em Dermatologia
maio 7, 2011
estrias

Estrias

Estrias são lesões cicatriciais causadas pela ruptura do tecido elástico e conjuntivo da pele. Caracterizadas pela morfologia, em geral, linear, de aspecto atrófico. Inicialmente são eritematosas […]
maio 2, 2011
pelo-encravado

Pseudofoliculite da Barba

A Pseudofoliculite da Barba é uma alteração inflamatória crônica comum, que ocorre com maior freqüência na área da barba de homens que se barbeiam, especialmente em […]

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

A acne é uma doença extremamente comum, pois afeta quase 80% de adolescentes e adultos jovens entre 11 a 30 anos. Atualmente entende-se a acne como doença crônica e não apenas uma doença autolimitada da adolescência.

Dentre as características usadas para definir a cronicidade da acne, destacam-se: curso prolongado, padrâo de recorrência e remissão, manifestação de surtos agudos ou início insidioso e impacto psicossocial, afetando a qualidade de vida dos pacientes.

Recomenda-se o tratamento precoce para minimizar os danos psicológicos e físicos (cicatrizes, hiperpigmentação, entre outros).

Iniciamos o manejo da acne com “terapias combinadas” abordando o maior número possível de fatores desencadeantes.


Por: Dra. Amanda Camargo Leite – CRM 118761
Pós Graduada em Dermatologia