Morango

Buda costumava contar a parábola de um homem que, ao viajar por uma campina descampada, depara-se com um tigre em seu caminho. O homem foge, mas é perseguido pelo tigre. Chegando a um precipício, agarra-se a raiz de uma vinha silvestre e joga-se da beirada do abismo. O tigre fica lá em cima, a farejá-lo.Tremendo, o homem olha para baixo e vê um outro tigre esperando para devorá-lo.Somente a vinha o sustentava.
Dois camundongos, um braço e outro preto, começam a roer pouco a pouco a vinha na qual estava agarrado. Mas o homem vê então um suculento morango perto de si e, segurando a vinha com uma das mãos, estica-se para colher o morango com a outra. Como era doce!

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Buda costumava contar a parábola de um homem que, ao viajar por uma campina descampada, depara-se com um tigre em seu caminho. O homem foge, mas é perseguido pelo tigre. Chegando a um precipício, agarra-se a raiz de uma vinha silvestre e joga-se da beirada do abismo. O tigre fica lá em cima, a farejá-lo.Tremendo, o homem olha para baixo e vê um outro tigre esperando para devorá-lo.Somente a vinha o sustentava.
Dois camundongos, um braço e outro preto, começam a roer pouco a pouco a vinha na qual estava agarrado. Mas o homem vê então um suculento morango perto de si e, segurando a vinha com uma das mãos, estica-se para colher o morango com a outra. Como era doce!