Não corra riscos

Um teólogo estava doente. Ele ouvira falar que o Mestre era um místico e, no seu meio delírio, convenceu-se de que, afinal de contas, algo de verdade deveria haver nisso tudo. Então, ordenou que buscassem o Mestre.
– Prescreva-me uma oração que possa facilitar o meu ingresso no outro mundo – disse-, já que você tem a reputação de estar em contato com outra dimensão.
– Com prazer – disse o Mestre. – Ei-la: “Deus, ajude-me! Diabo ajude-me!”
Escandalizado, o santo homem esqueceu-se de sua enfermidade e, subitamente, sentou-se.
– Mestre, você está louco?
– De jeito nenhum, meu caro. Um homem na sua posição não pode se dar o luxo de correr riscos.

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Um teólogo estava doente. Ele ouvira falar que o Mestre era um místico e, no seu meio delírio, convenceu-se de que, afinal de contas, algo de verdade deveria haver nisso tudo. Então, ordenou que buscassem o Mestre.
– Prescreva-me uma oração que possa facilitar o meu ingresso no outro mundo – disse-, já que você tem a reputação de estar em contato com outra dimensão.
– Com prazer – disse o Mestre. – Ei-la: “Deus, ajude-me! Diabo ajude-me!”
Escandalizado, o santo homem esqueceu-se de sua enfermidade e, subitamente, sentou-se.
– Mestre, você está louco?
– De jeito nenhum, meu caro. Um homem na sua posição não pode se dar o luxo de correr riscos.