fbpx

O dedo de Gutei

Gutei levantava o seu dedo sempre que lhe faziam uma pergunta sobre o Zen. Um menino assistente começou a imitá-lo nesse gesto. Quando alguém lhe perguntava o que o seu mestre havia ensinado, ele levantava o seu dedo.
Gutei soube da travessura do menino. Ele o pegou e cortou seu dedo. O garoto chorou e saiu correndo. Gutei o chamou e o fez parar. Quando o garoto virou sua cabeça para Gutei, este levantou o seu próprio dedo. Naquele instante o garoto se iluminou.
Quando Gutei estava para deixar este mundo, reuniu seus monges ao seu redor. “Alcancei o meu Zen do dedo”, disse ele, “a partir do meu instrutor Tenryu, e em toda a minha vida, não pude esgotá-lo.” E morreu.

Gutei diminui o ensinamento de Tenryu,
Emancipando o menino com uma faca.
Comparado ao deus chinês
Que empurrou uma montanha com uma mão
O velho Gutei é um imitador barato.

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Gutei levantava o seu dedo sempre que lhe faziam uma pergunta sobre o Zen. Um menino assistente começou a imitá-lo nesse gesto. Quando alguém lhe perguntava o que o seu mestre havia ensinado, ele levantava o seu dedo.
Gutei soube da travessura do menino. Ele o pegou e cortou seu dedo. O garoto chorou e saiu correndo. Gutei o chamou e o fez parar. Quando o garoto virou sua cabeça para Gutei, este levantou o seu próprio dedo. Naquele instante o garoto se iluminou.
Quando Gutei estava para deixar este mundo, reuniu seus monges ao seu redor. “Alcancei o meu Zen do dedo”, disse ele, “a partir do meu instrutor Tenryu, e em toda a minha vida, não pude esgotá-lo.” E morreu.

Gutei diminui o ensinamento de Tenryu,
Emancipando o menino com uma faca.
Comparado ao deus chinês
Que empurrou uma montanha com uma mão
O velho Gutei é um imitador barato.