Uma gota de água

Um Mestre Zen pediu a um jovem estudante que lhe trouxesse um balde de água para esfriar a água do seu banho.
O estudante trouxe a água e, depois de refrescar a água do banho, jogou o pouco que sobrou no chão.
“Seu estúpido!” repreendeu-lhe o mestre. “Por que você não deu o resto da água para as plantas? Que direito você tem de desperdiçar mesmo uma gota de água neste templo?”
O jovem estudante mudou seu nome para “uma gota de água”.

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Um Mestre Zen pediu a um jovem estudante que lhe trouxesse um balde de água para esfriar a água do seu banho.
O estudante trouxe a água e, depois de refrescar a água do banho, jogou o pouco que sobrou no chão.
“Seu estúpido!” repreendeu-lhe o mestre. “Por que você não deu o resto da água para as plantas? Que direito você tem de desperdiçar mesmo uma gota de água neste templo?”
O jovem estudante mudou seu nome para “uma gota de água”.