fbpx
Raquel Marçal – Saúde – Edição 23 – Especial Plantas Medicinais

Os cientistas revelam que o chá verde não só combate vários tipos de câncer, como protege o corpo de inflamações e infecções.

Tomar chá verde é um hábito que os orientais mantém há quase 5 mil milênios, mas as propriedades terapêuticas da infusão só são investigadas do lado de cá do planeta há uns 50 anos. Na última década, uma safra enorme de estudos confirmou o potencial da bebida para prevenir diversos tipos de câncer — além de prolongar a vida de quem já tem a doença – diminuir o colesterol, proteger os pulmões e os neurônios, evitar cáries e retardar o envelhecimento.
Esse remédio tão poderoso vem da Camellia Sinesis, uma planta de 1 metro de altura cultivada em grandes altitudes. Além do chá verde, que representa só 20% de sua produção, ela dá origem ao chá preto e ao chá oolong, que não têm as mesmas qualidades medicinais. ”Isso porque sofrem uma fermentação, que elimina boa parte dos princípios antioxidantes”, explica o médico Norvan Martino Leite, especialista em Medicina chinesa de São Paulo.
No chá verde as folhas da Camellia Sinensis, cerca de quatro horas depois de serem colhidas, são expostas ao vapor. Ele breca as enzimas capazes de fermenta-las. Já no chá preto, ao contrário, essas folhas ficam secando à sombra , a uma temperatura de 30 graus , durante até 15 horas. Então seguem para câmaras de ar quente, onde toda a umidade restante se evapora. Elas se oxidam e adquirem aquele tom escuro. Já o chá do tipo oolong é um intermediário, porque sofre uma ligeira fermentação.

Para emagrecer

“Há quatro anos, cientistas japoneses submeteram 60 obesas a uma dieta de 1,8 mil calorias. Metade tomou uma cápsula com o extrato do chá verde após as refeições. Outra metade engoliu um remédio falso, ou placebo. Passados 15 dias, o grupo que consumiu o extrato tinha diminuído, em média, o dobro do peso perdido pelo outro grupo. Só este ano, porém, descobriu-se por que o chá ajuda a emagrecer”. Ele aumenta a capacidade do corpo de utilizar energia, acelerando seu metabolismo”, explica Denise Polato, farmacêutica de Minas Gerais. “Por isso, mulheres grávidas devem evita-lo”.

Em 1998, pesquisadores da Universidade Purdue, nos Estados Unidos, descobriram que um dos ingredientes do chá verde, batizado de EGCG, inibe o enzima-oxidase, necessária para o crescimento das células cancerosas. Um outro estudo americano, este da Universidade do Kansas, revela que uma xícara do chá verde faz mais pelo coração do que uma taça de vinho tinto. É que a EGCG revelou-se duas vezes mais eficiente do que o resveratrol, um componente protetor das artérias presente na uva. Quando se trata de retardar o envelhecimento, os antioxidantes do chá verde são até 100 vezes mais eficientes do que a vitamina C e 25 vezes mais do que a vitamina E, célebres fontes da juventude. Recentemente, pesquisadores da Universidade de Cambrige, na Inglaterra, descobriram que o extrato de Camellis Sinensis também evita que as bactérias fiquem resistentes á antibióticos. Mas esse efeito, por enquanto, só foi observado em tubo de ensaio. Agora, há indícios de que o chá verde evitaria a artrite reumatóide ou, ao menos, aliviaria seus sintomas. Na Universidade Case Western em Reserve, nos Estados Unidos, os pesquisadores induziram a doença em ratos divididos em dois grupos. Um deles tomou o equivalente á quatro xícaras de chá verde por um dia. O outro só bebeu água. No primeiro, apenas 44% continuaram doentes, contra 94% do segundo time. Segundo cientista do Instituto de Pesquisa do Câncer Saitama, no Japão, novamente a responsável de ser a ECGC. Essa molécula do chá seria capaz de minar as inflamações.

Será que puro é melhor?

Por causa do gosto amargo, muita gente faz careta para o chá verde.
Já existem diversas misturas de bebida com frutas secas que melhoram o sabor. “Mas elas podem alterar os princípios ativos”, alerta o médico Norvan Martino Leite que, por garantia, indica cápsulas com extrato de planta. “Os chás verdes com frutas têm a mesma concentração de princípios ativos que os tradicionais”, rebate a química Célia da Oetker, um dos fabricantes dessa bebida.

De onde vem a força dos orientais

  • ESTÔMAGO: o chá verde reduz em 50% os riscos de gastrite crônica. Provavelmente por causa das catequinias, substâncias capazes de neutralizar a pepsina, uma enzima que, junto com o ácido clorídrico, realiza a digestão nesse órgão.
  • ARTICULAÇÕES: Estudos feitos em animais sugerem que o chá verde previne a artrite reumatóide e reduz o sofrimento de quem já tem a doença. A ação é atribuída a substâncias antiflamatórias contidas nas folhas.
  • BOCA: O chá combate lesões pré-cancerosas na boca. Elas regrediram ou cresceram mais lentamente em pacientes japoneses que costumam tomar bebida.
  • CORAÇÃO: Os polifenóis do chá verde previnem a oxidação do LDL, o mau colesterol,evitando arterosclerose, e ainda dilatam os vasos sanguíneos, melhorando a circulação do sangue. Já os flavonóides ajudam os coração a se recuperar depois de um enfarte.
  • FÍGADO: O chá verde é recomendado para ajudar a tratar a hepatite. “Como é digestivo, ele facilita o trabalho do fígado, que não é tão exigido”, explica o médico Norvan Leite. “Mas, nos casos de cirrose hepática, é contra-indicado porque pode provocar hemorragias”.
  • INTESTINO: Os taninos do chá ajudam a eliminar bactérias que desequilibram a flora intestinal causam diarréias. “Mas em compensação, ele tem compostos que dificultam a absorção de ferro. Se tomado em excesso, pode levar a anemia”, avisa Celso Lage, pesquisador de fitoterápicos da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
  • PULMÕES: Uma molécula chamada teofilina, ao lado da cafeína,que também está presente no chá verde, dilata seus brônquios, o que facilita a respiração de asmáticos. Desconfia-se que os polifenóis do chá, por sua vez, atenuam os males causados pelo cigarro, diminuindo os riscos de câncer e enfisema.
  • CÉREBRO: Os taninos do chá inibem uma enzima, conhecida com PARG,que ajuda a destruir neurônios após um derrame. Assim os danos ao cérebro são amenizados. Os cientistas agora investigam se os polifenóis do chá também ajudam a proteger contra o mal de Parkison.

Aceita um chá?

Diga que sim e só saíra ganhando com isso. Além de ser um hábito delicioso, é muito saudável!

No Oriente, os budistas meditam entre goles de chá e longas pausas para o silêncio. Nas ilhas da Polinésia, não há cerimônia de casamento sem essa bebida. Na Inglaterra, a tradição manda servi-la pontualmente às 5, de preferência acompanhada de biscoitos – o que seria dos ingleses sem o chá da tarde, cá entre nós? No Brasil, entre os índios o consumo de infusões de erva-mate milenar – elas, acreditam os indígenas, aumentariam a resistência física. Se a gente for pensar, o mundo inteiro bebe chá. Bem… será? Um chá para ser chá de verdade deve ser feito das folhas da Camellia sinensis – espécie oriental que dá origem ao chá preto, ao verde e ao oolong. Más, popularmente, acaba-se chamando qualquer infusão de ervas ou mesmo de casca de fruta desse nome. Os “falsos chás”, entretanto, também podem ser deliciosos e têm lá seus benefícios (quadro à direita).

A questão da cafeína

O chá preto, coitado, não recebe tantos elogios quanto deveria. Muita gente evita toma-lo por causa da cafeína. Más, em uma boa xícara dele, existe metade dessa substância do que pode encontrar em um café expresso. “Além disso, moléculas da família dos flavonóides, fazem a absorção da cafeína do chá sr mais lenta, atenuando seu efeito estimulante”, diz o especialista em plantas medicinais Alexandros Botsaris, do Rio de Janeiro.

Os Benefícios em uma xícara de chá

Recentemente médicos da Universidade Havard, nos Estados Unidos, revelaram que pessoas habituadas a tomar uma ou duas xícaras de chá preto diariamente correm menos de sofrer um infarto. “A bebida está cheia de antioxidantes que reduzem a ação nociva do colesterol nas artérias”, explica a nutricionista Jocelem Salgado, professora da Universidade de São Paulo em Piracicaba, interior do Estado.
Outro mérito do chá preto é seu alto teor de flúor. Segundo pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco, a bebida, especialmente quando é consumida após as refeições, ajuda a prevenir a cárie. Agora a comunidade científica está louca para saber se a mania de tomar essa bebida ajudaria a evitar certos tumores – benefício comprovado no caso do chá verde. E os dados preliminares apontam que a resposta é positiva. Por isso, diga se não vale a pena aceitar um chá?

Para todas as horas

Logo de manhã: Escolha um chá energético, capaz de dar mais pique ao seu dia: chá preto, chá verde, chá mate, infusão de rosas, de casca de laranja ou, ainda, de canela.
Depois do alomoço: Escolha uma bebida digestiva à base de hortelã, boldo, maçã, erva-cidreira, jasmim, abacaxi ou gengibre. Ou se preferir, vale repetir a dose de chá verde.
À tarde: Chá preto ou chá verde são as melhores escolhas. Não deixam a fadiga se aproximar.
Depois do jantar: Camomila, melissa, erva-cidreira, hortelã, erva-doce, além de ajudar na digestão, relaxam e preparam você para uma boa noite de sono.

setembro 1, 2015
sv

O Segredo do Oriente

Raquel Marçal – Saúde – Edição 23 – Especial Plantas Medicinais Os cientistas revelam que o chá verde não só combate vários tipos de câncer, como […]
agosto 19, 2015
homeopatia

O que é a Homeopatia?

A homeopatia é um método terapêutico criado pelo médico alemão Samuel Hahnemann em 1796 que se fundamentou na lei dos semelhantes, citada pelo Pai da medicina, […]
agosto 12, 2015

O Portal sem Portões

A Clinica Com-Ciência está promovendo encontros sobre o sistema de Koans com o objetivo de exercitar a busca do conhecimento interior. Os Koans se apresentam na […]
agosto 12, 2015

Agarrar a oportunidade

O mestre e o discípulo observaram uma briga entre um judoca e um operário. O judoca aplicou-lhe uma gravata. Por esse waza, num combate oficial, o […]
julho 30, 2015

Diálogo Zen

Os Instrutores Zen treinam os seus jovens alunos a expressarem a si mesmos. Dois templos Zen tinham, cada um deles, uma criança mantida por eles. Uma […]
julho 27, 2015

Sobre Nós

Somos uma clínica que utiliza simultaneamente os recursos da medicina tradicional chinesa e da medicina ocidental convencional. Nossos médicos acreditam que as duas medicinas se complementam […]
julho 27, 2015
home_yoga_lotus2

Recursos

A idéia de se buscar o equilíbrio pleno do indivíduo não é nova. Permeia as grandes civilizações por milênios. Acreditamos que isso só é possível quando […]
julho 27, 2015
home_yoga_lotus2

Tratamento

O tratamento da Clínica Com-Ciência sempre privilegia as melhores técnicas da Medicina Tradicional Chinesa, aliadas aos melhores recursos do Ocidente. Seu tempo varia de paciente para […]
julho 27, 2015
home_yoga_lotus2

Diagnóstico

A filosofia oriental compreende que sempre existe uma profunda interrelação entre os aspectos mentais, emocionais e as doenças físicas. A doença, na Medicina Chinesa, pode significar […]
julho 23, 2015

Grandes Ondas

Grandes Ondas era um rapaz muito forte e conhecia a arte de lutar. Em seus treinamentos, ele derrotava até mesmo seu instrutor, mas em público ele […]
julho 16, 2015

Filhos de sua majestade

O Tutor do Imperador também era um mestre de esgrima e profundo estudante de Zen. Sua casa era uma morada de vagabundos. Ele possuía apenas um […]
julho 8, 2015
drenagem-linfatica

Drenagem Linfática 1

Manobras suaves, que trazem uma maravilhosa sensação de relaxamento e bem estar. E o melhor: melhoram o aspecto da pele e diminuem o inchaço. O assunto […]
julho 7, 2015
criolipolise

Criolipólise

A Destruição da Gordura através do Congelamento A Criolipólise é uma técnica que utiliza um resfriamento intenso e localizado, no qual as células de gordura são […]
julho 7, 2015
fraxel

Laser Fraxel

Fraxel® – Uma revolução em sua pele O Fraxel® é um tratamento a laser revolucionário, que rejuvenesce a pele ponto a ponto, estimulando a produção de […]
julho 7, 2015
depilacao-laser3

Depilação a Laser

Milesman Premium® Você já pensou em acabar com a tortura de uma vida inteira? A depilação é um tema constante na vida de qualquer mulher e […]
julho 7, 2015
accent

Accent XL®

Tratamento de Celulite e Flacidez 01. O que há de novo no tratamento para celulite e flacidez? Temos no Brasil um novo equipamento com tecnologia israelense, […]
julho 7, 2015
peeling-quimico

Peeling Químico

A palavra peeling vem da língua inglesa: “to peel” significa descascar. O peeling químico é a aplicação, na pele, de uma ou mais substâncias químicas esfoliantes […]
julho 7, 2015
botox

Toxina Botulínica

As rugas deveriam ser simplesmente marcas de sorrisos – Marck Twain, 1897 Quando nos expressamos, rimos ou choramos, os músculos da face se contraem. Com o […]
julho 7, 2015
massoterapia

Massoterapia

A massagem terapêutica mistura técnicas ocidentais e orientais sempre com o objetivo de liberar o excesso de tensão muscular e otimizar a circulação energética do indivíduo. […]
julho 7, 2015
pilates

Pilates

Pilates é uma atividade dinâmica cujo objetivo é ensinar os praticantes a entenderem seus corpos para que possam utilizá-lo com maior eficiência e segurança nas suas […]
julho 7, 2015
fitoterapia

Fitoterapia

A fitoterapia é a técnica de tratamento que utiliza as propriedades químicas e energéticas das plantas para tratar doenças. Um exemplo disso é o gengibre. Essa […]
julho 7, 2015
palestra

Palestras

Durante o decorrer do ano, nossos médicos realizam, na própria clínica, palestras sobre ansiedade, raiva, medo e força de vontade, entre outros temas. Eles mostram como […]
julho 7, 2015
meditacao

Efeitos da Meditação

A meditação se propõe a educar a mente em relação aos fatores externos e às garras do inconsciente, que nos leva por caminhos dispersos, confusos, cheios […]
julho 7, 2015
como-meditar

Como Meditar

Conheça o passo-a-passo para quem vai iniciar a prática da meditação. Escolha roupas confortáveis; Escolha um local onde você esteja bem acomodado; Retire os sapatos (abandone […]
julho 7, 2015
meditacao-ciencia

Meditação e Ciência

julho 7, 2015
projeto-conscientizar

Projeto Conscientizar

Projeto Conscientizar é a oportunidade que a Clínica Com-Ciência oferece para que uma pessoa possa, em apenas um final de semana, participar das principais atividades voltadas […]
julho 7, 2015
cha2

Cerimônia do Chá

Há quase cinco mil anos os orientais têm o costume de tomar chá verde. Os benefícios estão tanto na própria bebida quanto no ritual, cujo princípio […]
julho 7, 2015
o-outro-dos-outros

O Outro dos Outros Sou Eu?!

Dias 8,9 e 10 de Julho O Projeto Conscientizar* está preparando mais uma oportunidade de crescimento pessoal. Adorável final de semana em São Francisco Xavier – […]
julho 6, 2015
autoexame

Autoexame

O autoexame é um método simples para detectar precocemente o câncer de pele, incluindo o melanoma. Se diagnosticado e tratado enquanto o tumor ainda não invadiu […]
julho 6, 2015
dermatoscopia

Dermatoscopia

A dermatoscopia é um método que permite avaliar lesões pigmentadas da pele, definindo sua natureza, distinguindo-as como lesões benignas, suspeitas ou altamente suspeitas de melanoma, e […]
julho 2, 2015

A Última Pancada

O discípulo havia estudado com o Mestre desde a infância. Quando tinha vinte anos ele quis deixar o seu instrutor e visitar outros para um estudo […]
junho 26, 2015
carboxiterapia

Carboxiterapia

A carboxiterapia, método aprovado pela Anvisa, consiste na injeção subcutânea de gás carbônico com o objetivo de provocar uma hipercapnia levando à vasodilatação e, consequentemente, ao […]
junho 18, 2015

Três Tipos de Discípulos

Um Mestre Zen costumava dizer: “Há três tipos de discípulos”: Discípulo 1 são aqueles que transmitem o Zen aos outros. Discípulo 2 são aqueles que mantêm […]
junho 16, 2015
laser2.1

Laser

A laser-terapia é uma técnica científica que vem se desenvolvendo desde a década de 60. O procedimento é realizado através da ação dos feixes de luz, […]
junho 16, 2015
ventosa

Ventosas

A ventosaterapia está fundamentada nos princípios da antiga medicina. A ventosa quando aplicada sobre a região afetada, produz uma pressão negativa dentro de um recipiente que […]
junho 16, 2015
moxa

Moxa

O tratamento com a moxa é uma parte importante da ciência da Acupuntura. Trata-se de um método terapêutico externo, cuja técnica consiste na utilização de determinadas […]
junho 16, 2015
Sem-Título-1

Eletro-acupuntura

A eletro-acupuntura desenvolveu-se tendo como base a Acupuntura, e é utilizada como método terapêutico através do uso de aparelhos elétricos que, conectados às agulhas, transmitem estímulos […]
junho 16, 2015
acupuntura

Agulhas Filiformes

Os pontos de acupuntura foram descritos com precisão pelos chineses há aproximadamente 5.000 anos. Na Antigüidade, quando alguém sentia algum tipo de dor, costumava inconscientemente massagear […]
junho 16, 2015
meridianos-pontos

Meridianos e Pontos

A Medicina Tradicional Chinesa baseia-se no princípio de que o corpo possui uma energia vital circulante (Qi) e uma rede de distribuição chamada de meridianos. Tais […]
junho 16, 2015
cinco-elementos

Os Cinco Movimentos

A teoria dos cinco movimentos é um conceito do pensamento chinês na tentativa de compreender o mundo.   A Madeira, o Fogo, a Terra, o Metal […]
junho 16, 2015
yin-yang

Yin Yang

O Yin e o Yang explicam como os chineses entendem o mundo. Durante mais de 2000 anos, o termo Yin/Yang foi utilizado para referir-se ao lado […]
junho 16, 2015
medicina-tradicional-chinesa

Princípio Fundamental

A Medicina Tradicional Chinesa é uma medicina empírica, por isso a teoria nunca está separada da prática Determinados termos como “Sangue”, “Fígado”, “Vento”, têm conotações muito […]
junho 11, 2015

Misso Azedo

O Monge cozinheiro, do mosteiro do grande Mestre decidiu que iria cuidar bem da saúde de seu velho instrutor e dar a ele somente misso recentemente […]
junho 1, 2015
crianca-sol

Protegendo os pequenos do Sol

Os raios ultravioletas são muito importantes na produção de vitamina D. Entretanto a exposição excessiva aos raios UV, pode desencadear cânceres de pele. Considera-se que 85% […]
maio 28, 2015

Verdadeiros Amigos

Há muito tempo atrás, na China, havia dois amigos, um que tocava a harpa com habilidade e um que escutava com habilidade. Quando um deles tocava […]
maio 21, 2015

A Voz da Felicidade

Um cego que vivia próxima ao templo do mestre disse a um amigo: “Porque sou cego, não posso ver o rosto de uma pessoa, e assim […]
maio 14, 2015

O Chinês Feliz

Qualquer um que caminhe em bairros chineses nos Estados Unidos encontrará estátuas de um homem robusto carregando um saco de linhagem. Comerciantes chineses o chamam de […]
abril 30, 2015

Um Buda

Em Tóquio, no período Meiji, viviam dois destacados instrutores com características opostas. Um deles, Usho, seguia os preceitos do Buda escrupulosamente. Ele nunca bebia bebidas alcoólicas […]
abril 23, 2015

A Verdadeira Reforma

O Mestre devotou sua vida ao estudo do Zen. Um dia soube que seu sobrinho, apesar dos conselhos dos parentes, estava gastando dinheiro com uma cortesã. […]
abril 9, 2015

Sem Trabalho, Sem Comida

Um Mestre Zen se manteve trabalhando com seus Discípulos até os 80 anos de idade, aparando a grama nos jardins, varrendo o chão e podando as […]
abril 2, 2015

O Zen na Vida de um Mendigo

Um Mestre bem conhecido em sua época havia vivido em vários templos e ensinado em várias províncias. O último templo que ele visitou acumulou muitos seguidores […]
março 26, 2015

O Buda Vivo e o Fabricante de Banheiras

Os Mestres Zen dão orientação pessoal em uma sala afastada. Ninguém entra enquanto o instrutor e o aluno estão juntos. O Mestre Zen gostava de falar […]
março 19, 2015

O Livro

O Mestre Zen teve somente um Discípulo. Após o Discípulo ter concluído seu estudo do Zen, o Mestre chamou-o a seu quarto. “Estou ficando velho”, ele […]
março 12, 2015

Sem Água, Sem Lua

Quando a monja estudou sob a orientação do Mestre, ela não conseguiu alcançar os frutos da meditação por um longo tempo. Finalmente, numa noite enluarada, ela […]
março 5, 2015

Meu Coração Arde como o Fogo

Um Mestre, o primeiro instrutor Zen a vir para os Estado Unidos, disse: “Meu coração arde como o Fogo, mas meus olhos são tão frios como […]
fevereiro 26, 2015

Recitando os Sutras

Um Fazendeiro pediu a um sacerdote que recitasse sutras para sua esposa, que havia morrido. Terminada a recitação, o fazendeiro perguntou: “Você acha que minha esposa […]
fevereiro 19, 2015

Obediência

As Palestras do Mestre eram assistidas não apenas por estudantes de Zen, mas por pessoas de todas as classes sociais e de todas as seitas. Ele […]
fevereiro 12, 2015

O Imperador

O Imperador chegou certa vez a uma lagoa e parou para ver seu reflexo nas águas paradas. – Este reflexo sou eu? – perguntou a seu […]
fevereiro 5, 2015

O Vinagre do Mestre

Um Mestre Zen que deixou o formalismo dos templos para viver debaixo de uma ponte com mendigos. Quando estava ficando muito velho, um amigo o ajudou […]
janeiro 29, 2015

A Resposta do Homem Morto

Quando o Discípulo, que depois se tornou um pregador bem conhecido, foi a um instrutor em busca de orientação pessoal, foi-lhe pedido que explicasse o som […]
janeiro 22, 2015

Chuva de Flores

Um Mestre era capaz de compreender a potência da vacuidade, o ponto de vista segundo o qual existe exceto em seu relacionamento de subjetividade e objetividade. […]
janeiro 15, 2015

Comendo a Culpa

Surgiram circunstâncias num certo dia que atrasaram o preparo do jantar de um Mestre e de seus seguidores. Com pressa, o cozinheiro foi ao jardim com […]

COMO VOCÊ ESTÁ
SE SENTINDO HOJE?


AGENDE UMA CONSULTA
(11) 3171-0900

Rua Artur Frazão, 66 - Jardins - São Paulo/SP

Raquel Marçal – Saúde – Edição 23 – Especial Plantas Medicinais

Os cientistas revelam que o chá verde não só combate vários tipos de câncer, como protege o corpo de inflamações e infecções.

Tomar chá verde é um hábito que os orientais mantém há quase 5 mil milênios, mas as propriedades terapêuticas da infusão só são investigadas do lado de cá do planeta há uns 50 anos. Na última década, uma safra enorme de estudos confirmou o potencial da bebida para prevenir diversos tipos de câncer — além de prolongar a vida de quem já tem a doença – diminuir o colesterol, proteger os pulmões e os neurônios, evitar cáries e retardar o envelhecimento.
Esse remédio tão poderoso vem da Camellia Sinesis, uma planta de 1 metro de altura cultivada em grandes altitudes. Além do chá verde, que representa só 20% de sua produção, ela dá origem ao chá preto e ao chá oolong, que não têm as mesmas qualidades medicinais. ”Isso porque sofrem uma fermentação, que elimina boa parte dos princípios antioxidantes”, explica o médico Norvan Martino Leite, especialista em Medicina chinesa de São Paulo.
No chá verde as folhas da Camellia Sinensis, cerca de quatro horas depois de serem colhidas, são expostas ao vapor. Ele breca as enzimas capazes de fermenta-las. Já no chá preto, ao contrário, essas folhas ficam secando à sombra , a uma temperatura de 30 graus , durante até 15 horas. Então seguem para câmaras de ar quente, onde toda a umidade restante se evapora. Elas se oxidam e adquirem aquele tom escuro. Já o chá do tipo oolong é um intermediário, porque sofre uma ligeira fermentação.

Para emagrecer

“Há quatro anos, cientistas japoneses submeteram 60 obesas a uma dieta de 1,8 mil calorias. Metade tomou uma cápsula com o extrato do chá verde após as refeições. Outra metade engoliu um remédio falso, ou placebo. Passados 15 dias, o grupo que consumiu o extrato tinha diminuído, em média, o dobro do peso perdido pelo outro grupo. Só este ano, porém, descobriu-se por que o chá ajuda a emagrecer”. Ele aumenta a capacidade do corpo de utilizar energia, acelerando seu metabolismo”, explica Denise Polato, farmacêutica de Minas Gerais. “Por isso, mulheres grávidas devem evita-lo”.

Em 1998, pesquisadores da Universidade Purdue, nos Estados Unidos, descobriram que um dos ingredientes do chá verde, batizado de EGCG, inibe o enzima-oxidase, necessária para o crescimento das células cancerosas. Um outro estudo americano, este da Universidade do Kansas, revela que uma xícara do chá verde faz mais pelo coração do que uma taça de vinho tinto. É que a EGCG revelou-se duas vezes mais eficiente do que o resveratrol, um componente protetor das artérias presente na uva. Quando se trata de retardar o envelhecimento, os antioxidantes do chá verde são até 100 vezes mais eficientes do que a vitamina C e 25 vezes mais do que a vitamina E, célebres fontes da juventude. Recentemente, pesquisadores da Universidade de Cambrige, na Inglaterra, descobriram que o extrato de Camellis Sinensis também evita que as bactérias fiquem resistentes á antibióticos. Mas esse efeito, por enquanto, só foi observado em tubo de ensaio. Agora, há indícios de que o chá verde evitaria a artrite reumatóide ou, ao menos, aliviaria seus sintomas. Na Universidade Case Western em Reserve, nos Estados Unidos, os pesquisadores induziram a doença em ratos divididos em dois grupos. Um deles tomou o equivalente á quatro xícaras de chá verde por um dia. O outro só bebeu água. No primeiro, apenas 44% continuaram doentes, contra 94% do segundo time. Segundo cientista do Instituto de Pesquisa do Câncer Saitama, no Japão, novamente a responsável de ser a ECGC. Essa molécula do chá seria capaz de minar as inflamações.

Será que puro é melhor?

Por causa do gosto amargo, muita gente faz careta para o chá verde.
Já existem diversas misturas de bebida com frutas secas que melhoram o sabor. “Mas elas podem alterar os princípios ativos”, alerta o médico Norvan Martino Leite que, por garantia, indica cápsulas com extrato de planta. “Os chás verdes com frutas têm a mesma concentração de princípios ativos que os tradicionais”, rebate a química Célia da Oetker, um dos fabricantes dessa bebida.

De onde vem a força dos orientais

  • ESTÔMAGO: o chá verde reduz em 50% os riscos de gastrite crônica. Provavelmente por causa das catequinias, substâncias capazes de neutralizar a pepsina, uma enzima que, junto com o ácido clorídrico, realiza a digestão nesse órgão.
  • ARTICULAÇÕES: Estudos feitos em animais sugerem que o chá verde previne a artrite reumatóide e reduz o sofrimento de quem já tem a doença. A ação é atribuída a substâncias antiflamatórias contidas nas folhas.
  • BOCA: O chá combate lesões pré-cancerosas na boca. Elas regrediram ou cresceram mais lentamente em pacientes japoneses que costumam tomar bebida.
  • CORAÇÃO: Os polifenóis do chá verde previnem a oxidação do LDL, o mau colesterol,evitando arterosclerose, e ainda dilatam os vasos sanguíneos, melhorando a circulação do sangue. Já os flavonóides ajudam os coração a se recuperar depois de um enfarte.
  • FÍGADO: O chá verde é recomendado para ajudar a tratar a hepatite. “Como é digestivo, ele facilita o trabalho do fígado, que não é tão exigido”, explica o médico Norvan Leite. “Mas, nos casos de cirrose hepática, é contra-indicado porque pode provocar hemorragias”.
  • INTESTINO: Os taninos do chá ajudam a eliminar bactérias que desequilibram a flora intestinal causam diarréias. “Mas em compensação, ele tem compostos que dificultam a absorção de ferro. Se tomado em excesso, pode levar a anemia”, avisa Celso Lage, pesquisador de fitoterápicos da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
  • PULMÕES: Uma molécula chamada teofilina, ao lado da cafeína,que também está presente no chá verde, dilata seus brônquios, o que facilita a respiração de asmáticos. Desconfia-se que os polifenóis do chá, por sua vez, atenuam os males causados pelo cigarro, diminuindo os riscos de câncer e enfisema.
  • CÉREBRO: Os taninos do chá inibem uma enzima, conhecida com PARG,que ajuda a destruir neurônios após um derrame. Assim os danos ao cérebro são amenizados. Os cientistas agora investigam se os polifenóis do chá também ajudam a proteger contra o mal de Parkison.

Aceita um chá?

Diga que sim e só saíra ganhando com isso. Além de ser um hábito delicioso, é muito saudável!

No Oriente, os budistas meditam entre goles de chá e longas pausas para o silêncio. Nas ilhas da Polinésia, não há cerimônia de casamento sem essa bebida. Na Inglaterra, a tradição manda servi-la pontualmente às 5, de preferência acompanhada de biscoitos – o que seria dos ingleses sem o chá da tarde, cá entre nós? No Brasil, entre os índios o consumo de infusões de erva-mate milenar – elas, acreditam os indígenas, aumentariam a resistência física. Se a gente for pensar, o mundo inteiro bebe chá. Bem… será? Um chá para ser chá de verdade deve ser feito das folhas da Camellia sinensis – espécie oriental que dá origem ao chá preto, ao verde e ao oolong. Más, popularmente, acaba-se chamando qualquer infusão de ervas ou mesmo de casca de fruta desse nome. Os “falsos chás”, entretanto, também podem ser deliciosos e têm lá seus benefícios (quadro à direita).

A questão da cafeína

O chá preto, coitado, não recebe tantos elogios quanto deveria. Muita gente evita toma-lo por causa da cafeína. Más, em uma boa xícara dele, existe metade dessa substância do que pode encontrar em um café expresso. “Além disso, moléculas da família dos flavonóides, fazem a absorção da cafeína do chá sr mais lenta, atenuando seu efeito estimulante”, diz o especialista em plantas medicinais Alexandros Botsaris, do Rio de Janeiro.

Os Benefícios em uma xícara de chá

Recentemente médicos da Universidade Havard, nos Estados Unidos, revelaram que pessoas habituadas a tomar uma ou duas xícaras de chá preto diariamente correm menos de sofrer um infarto. “A bebida está cheia de antioxidantes que reduzem a ação nociva do colesterol nas artérias”, explica a nutricionista Jocelem Salgado, professora da Universidade de São Paulo em Piracicaba, interior do Estado.
Outro mérito do chá preto é seu alto teor de flúor. Segundo pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco, a bebida, especialmente quando é consumida após as refeições, ajuda a prevenir a cárie. Agora a comunidade científica está louca para saber se a mania de tomar essa bebida ajudaria a evitar certos tumores – benefício comprovado no caso do chá verde. E os dados preliminares apontam que a resposta é positiva. Por isso, diga se não vale a pena aceitar um chá?

Para todas as horas

Logo de manhã: Escolha um chá energético, capaz de dar mais pique ao seu dia: chá preto, chá verde, chá mate, infusão de rosas, de casca de laranja ou, ainda, de canela.
Depois do alomoço: Escolha uma bebida digestiva à base de hortelã, boldo, maçã, erva-cidreira, jasmim, abacaxi ou gengibre. Ou se preferir, vale repetir a dose de chá verde.
À tarde: Chá preto ou chá verde são as melhores escolhas. Não deixam a fadiga se aproximar.
Depois do jantar: Camomila, melissa, erva-cidreira, hortelã, erva-doce, além de ajudar na digestão, relaxam e preparam você para uma boa noite de sono.